segunda-feira, 3 de março de 2014

Ministério da Saúde realiza ação de combate a DST no carnaval carioca

Ministério da Saúde realiza ação de combate a DST no carnaval carioca

  • 03/03/2014 20h44
  • Rio de Janeiro
Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil Edição: Denise Griesinger
Abre-Alas banner
O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participou de uma mobilização contra as doenças sexualmente transmissíveis (DST) e aids durante o carnaval carioca. Na tarde de hoje (3), ele esteve no Bloco Sargento Pimenta, dedicado a músicas dos beatles, e distribuiu preservativos para os foliões. O bloco atraiu uma multidão avaliada pela prefeitura do Rio em 100 mil pessoas, no Parque do Flamengo.
Rio de Janeiro - O bloco Sargento Pimenta levou milhares de foliões ao Aterro do Flamengo. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, distribuiu kits com camisinhas (Tomaz Silva/Agência Brasil)
Rio de Janeiro - O ministro da Saúde, Arthur Chioro, distribui kits com camisinhas aos foliões do bloco Sargento Pimenta, que levou milhares de pessoas ao Aterro do FlamengoTomaz Silva/Agência Brasil
“O Ministério da Saúde, em parceria com a prefeitura do Rio e com o governo do estado, está fazendo uma grande intensificação da prevenção da aids e das doenças sexualmente transmissíveis. São 15 milhões de preservativos sendo distribuídos em todo o estado, sendo 3 milhões na cidade do Rio. Isso é fundamental não só no carnaval, mas em todas as atividades comemorativas. Como diz o nosso slogan: 'Se tem festa, festasso ou festinha, tem que usar camisinha'”, disse o ministro.
Ele também frisou que é importante a realização dos testes rápidos de aids. “Todas as unidades básicas de saúde do Rio de Janeiro já têm capacidade de realizar [o teste] em menos de 30 minutos, de forma segura, sigilosa e eficiente. As pessoas têm condição de saber se são portadoras do vírus HIV, da sífilis, da hepatite B e C e iniciar imediatamente o tratamento.”
O mesmo tipo de ação está prevista para ser realizada no Sambódromo, na noite de hoje, durante o desfile das escolas do Grupo Especial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer sugestão ou solicitação a respeito dos temas propostos, favor enviá-los. Grata!

A “cultura da litigiosidade” LOURI BARBIERO – Desembargador   "No Brasil, bate-se na porta do Judiciário para qua...