terça-feira, 4 de março de 2014

O paciente, Ian McGregor, tinha um grande tumor agressivo, que se espalhou da bacia para a coxa. Há dez anos que os médicos vinham tentando, sem sucesso, tratar este câncer. Agora, com a perna amputada e o tumor extraído, o paciente, de 59 anos, está se recuperando.

Médicos conectam 'perna' em braço em cirurgia para extrair tumor

Por BBC 
Texto

Tecido muscular foi mantido vivo para depois ser reimplantado em bacia. A operação pioneira na Grã-Bretanha durou 18 horas

BBC
Médicos britânicos mantiveram parte de uma perna amputada "viva" conectando-a ao braço do paciente para depois reimplantá-la junto a sua bacia.
A operação durou 18 horas e foi a primeira deste tipo na Grã-Bretanha.
O paciente, Ian McGregor, tinha um grande tumor agressivo, que se espalhou da bacia para a coxa. Há dez anos que os médicos vinham tentando, sem sucesso, tratar este câncer.
Agora, com a perna amputada e o tumor extraído, o paciente, de 59 anos, está se recuperando.
Da perna ao braço
Os médicos do hospital, em Newcastle, temiam que, depois de retirar todo o tumor, não haveria tecido o bastante para fechar novamente a perna de McGregor.
Então, a equipe teve a ideia de remover a parte de baixo da perna, exceto os ossos, e ligar estes músculos ao antebraço para manter o fluxo de sangue nestes músculos.
Veja a reportagem:
Depois de remover a perna e o tumor, os médicos desconectaram, do antebraço, os músculos da panturrilha e usaram o tecido para reparar a área de onde o tumor tinha sido removido.
A cirurgia, de 18 horas, ocorreu em agosto de 2013.
Ian McGregor afirmou que, quando os médicos descreveram como seria o procedimento, ele achou que era "coisa de Star Trek".
"Não podia imaginar o que eles estavam me explicando, como eles fariam e se eu iria acordar depois da operação", disse.
McGregor afirma que, por causa do câncer, sentia dores 24 horas por dia e o que os médicos conseguiram com o procedimento foi "incrível".
"Você não consegue descrever a sensação, você pensa que está prestes a morrer e então você acorda e pensa, uau, estou aqui. É uma sensação maravilhosa", disse.
Os especialistas no Hospital de Newcastle acreditam que esta pode ter sido a primeira operação deste tipo realizada em todo o mundo.
Segundo a oncologista da equipe, Shona Murray, a recuperação de McGregor é boa.
"Física e psicologicamente, ele está surpreedentemente bem. E, por enquanto, está livre do tumor", disse.
McGregor vai receber uma prótese para a perna.
A equipe médica agora planeja publicar os detalhes da cirurgia em revistas especializadas.

http://saude.ig.com.br/minhasaude/2014-03-04/medicos-conectam-perna-em-braco-em-cirurgia-para-extrair-tumor.html. 4/3/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer sugestão ou solicitação a respeito dos temas propostos, favor enviá-los. Grata!

A “cultura da litigiosidade” LOURI BARBIERO – Desembargador   "No Brasil, bate-se na porta do Judiciário para qua...