quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Porte ilegal de armas

“Condenado a 2 anos e 6 meses por porte ilegal de armas
Adoniram Judson Dias, que estava preso desde 6 de dezembro de 2012, acaba de ser condenado a dois anos e seis meses de reclusão, em regime inicial aberto, pela acusação de porte ilegal de armas de fogo de uso permitido. Há seis meses, ele foi preso em flagrante, pela Polícia Militar, depois de supostamente estar perseguindo outro rapaz pelas ruas do Bairro República em Vitória. Adoniram estava de posse de dois revólveres: um calibre 38 e, outro, 32.
A juíza Cláudia Vieira Mattos da Silva Araújo, que assinou a sentença que condena Adoniram em 14 de maio deste ano – a sentença foi publicada no Diário de Justiça desta segunda-feira (17) –, concedeu alvará de soltura ao réu, permitindo que ele recorra em liberdade.
“As armas de fogo apreendidas já foram periciadas.  Não há nenhum pedido de restituição das armas e em consulta à Rede Infoseg não foi localizado qualquer proprietário de boa-fé.   O Ministério Público opinou pela destruição das armas. Assim, nos termos da Resolução nº 134/2011 do Conselho Nacional de Justiça, encaminhe-se as armas de fogo ao 38º BI (Exército) para destruição, com as cautelas legais”, determinou a juíza.
Segundo os autos do processo nº 0046435-44.2012.8.08.0024,  no dia 6 de dezembro de 2012, por volta das 2h30, policiais militares foram informados pelo CIODES de que um cidadão estava sendo seguido por dois rapazes que desejavam matá-lo. Os PMs localizaram a perseguição na Rua Presidente Costa e Silva, no Bairro República, quando avistaram dois homens tentar cercar a suposta vítima, sendo impedidos pela abordagem policial.
Durante a abordagem, foram encontrados na posse de Adoniram um revólver calibre 38, marca Taurus, nº f 31331, com cinco munições do mesmo calibre, e um revólver calibre 32, marca Taurus, nº 698792, com cinco munições do mesmo calibre. Com seu parceiro, nada foi encontrado e não foi preso.
  

Assessoria de Comunicação do TJES
17 de Junho de 2013”
Acesso: 21/8/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer sugestão ou solicitação a respeito dos temas propostos, favor enviá-los. Grata!